IBC-BR (+1,12%) NÃO REGISTRAVA RESULTADO TRIMESTRAL POSITIVO DESDE 4º TRI DE 2014

15/05/2017 09:28:06 - AE NEWS

IBC-BR NÃO REGISTRAVA RESULTADO TRIMESTRAL POSITIVO DESDE 4º TRI DE 2014
 

Brasília, 15/05/2017 - A economia brasileira retoma lentamente a trajetória de crescimento. A sensação de que o pior ficou para trás foi reforçada nesta manhã com o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) que registrou crescimento de 1,12% no primeiro trimestre na comparação com os últimos três meses do ano passado. A última vez que o indicador do BC registrou crescimento trimestral foi no 4º trimestre de 2014.

Nesse período de recessão visto desde o fim de 2014, o IBC-Br chegou a registrar contração trimestral de 2,37% no segundo trimestre de 2015. O ritmo de queda da atividade continuou firme nos meses seguintes. No primeiro trimestre de 2016, por exemplo, o dado acumulou queda de 1,51%.

Nos meses seguintes, a força da recessão foi amenizada gradualmente e o índice do BC passou a registrar quedas trimestrais abaixo de 1%. No quarto trimestre de 2016 - último dado trimestral negativo, o índice caiu 0,16% na comparação com os três meses anteriores na série com ajuste sazonal. Fonte: Agência Estado

15/05/2017 09:12:54 - AE NEWS

BC: IBC-BR CAI 0,44% EM MARÇO ANTE FEVEREIRO DE 2017, COM AJUSTE
 

Brasília, 15/05/2017 - Após subir 1,37% em fevereiro (dado já revisado), a economia brasileira voltou a perder força em março de 2017. O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) teve queda de 0,44% em março ante fevereiro, com ajuste sazonal, informou há pouco a instituição.

O índice de atividade calculado pelo BC passou de 135,83 pontos para 135,23 pontos na série dessazonalizada de fevereiro para março. A queda mensal do IBC-Br ficou dentro do intervalo obtido entre analistas do mercado financeiro consultados pelo Broadcast Projeções, que esperavam resultado entre -2,50% e zero com mediana de -0,90%. A mediana, portanto, indicava leitura pior que a apresentada nesta manhã. Na mesma série com ajuste sazonal, o IBC-Br registrou ligeira contração de 0,04% no acumulado do ano.

O BC também divulgou o número observado do IBC-BR - aquele sem ajuste sazonal. Nesse caso, o dado apresentou forte alta de 9,28% e passou de 129,68 em fevereiro para 141,72 em março. O dado mensal sem ajuste, porém, é influenciado pelos movimentos sazonais da economia e é pouco usado pelos economistas.

No acumulado de 2017 até março, a economia registra ligeira expansão de 0,29% pela série sem ajustes sazonais. Também pela série observada, é possível identificar um recuo de 2,63% nos 12 meses encerrados em março. Na comparação entre os meses de 2017 e 2016, houve elevação de 1,05% nessa série.

Fonte: Agência Estado




Endereço:
Viaduto Nove de Julho - 1º andar
Bela Vista - CEP: 01050-060
São Paulo - SP
Telefone: (5511) 3291-8735