18/04/2017 09:31: JUROS FUTUROS RECUAM COM ATA DO COPOM, ENQUANTO VOLATILIDADE MARCA CÂMBIO

18/04/2017 09:31:21 - AE NEWS

HORA DO MERCADO: JUROS FUTUROS RECUAM COM ATA DO COPOM, ENQUANTO VOLATILIDADE MARCA CÂMBIO
 

São Paulo, 18/04/2017 - Os juros futuros recuam desde a abertura, reagindo à ata da reunião do Copom da semana passada, divulgada antes da abertura dos negócios. Já o dólar passou a cair e renovou mínimas há pouco no mercado à vista, após começar o dia em alta. A volatilidade moderada reflete a pressão divergente vinda do exterior, onde o dólar segue em alta frente a divisas emergentes e ligadas a commodities, mas recua diante de moeda principais. A queda de commodities ajuda a apoiar a divisa dos Estados Unidos.

Na ata do Copom, os diretores do Banco Central avaliaram que a atual situação da economia já permitiria acelerar ainda mais o ritmo de corte de juro para além da redução decidida de 1 ponto, para 11,25%. O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, disse há pouco que as "reformas já mostram resultados positivos, como a queda das taxas do CDS do Brasil".

"A evolução da conjuntura econômica já permitiria uma intensificação do ritmo de flexibilização monetária maior do que a decidida nessa reunião", citam os diretores do BC no parágrafo 22 do documento. Por conta dessa afirmação, um operador de renda fixa disse que o mercado deve voltar a apostar num corte de 1,25pp da Selic, o que deve colaborar para um fechamento maior da curva de juros. Além disso, os membros do Copom atribuíram a incertezas e fatores de risco a decisão da semana passada.

No mercado de câmbio, o dólar se ajusta em alta frente o real, pressionado pela valorização externa em relação a outras moedas emergentes e ligadas a commodities em meio à queda do petróleo e de metais básicos, disse um operador de uma corretora.

Às 9h26, o DI para janeiro de 2018 estava em 9,535%, de 9,635%, enquanto o DI para janeiro de 2019 estava em 9,35%, de 9,44% no ajuste de ontem. O vencimento para janeiro de 2021 estava em 9,87%, de 9,92% no ajuste de ontem No mercado de câmbio, o dólar à vista renovava a mínima, aos R$ 3,1027 (-0,11%), enquanto o dólar futuro para maio seguia com viés de alta, aos R$, 3,1105 (+0,13%. Em Nova York, o Dollar Index caía 0,36%.

Fonte: Agência Estado/Broadcast




Endereço:
Viaduto Nove de Julho - 1º andar
Bela Vista - CEP: 01050-060
São Paulo - SP
Telefone: (5511) 3291-8735